É possível vencer a depressão

Acabo de ver o primeiro episódio da nova série do Fantástico, da Rede Globo, apresentada pelo Dr. Drauzio Varella. Trata-se de “Males da Alma” e o primeiro programa falou sobre depressão. E a sensação que eu acho que as pessoas devem ter ao terminar de vê-lo é justamente a de que é possível vencer a depressão. Confesso que fiquei emocionado ao ver a história da paulistana Neilde Nogueira, que sofre de depressão há muitos anos, e a quem o programa segue ao longo de toda a sua jornada, que começa com ela nos contando sobre como acorda todos os dias sem nenhuma esperança na vida, sem nenhum vontade, com uma tristeza que parece não ter fim, até que ela passa na consulta do psiquiatra, recebe a medicação, retira-a na rede pública, começa a tomá-la e a sentir vários efeitos desagradáveis, como náuseas, dores de cabeça, parecendo até que a medicação só fez piorar a sua vida.

Mas aí os dias vão passando e um sorriso há muito desaparecido volta a brilhar em seu rosto, ela nos diz que está se sentindo cada dia melhor, não só porque enfim consegue dormir à hora que tem vontade, mas porque ela voltou a sentir prazer nas coisas, voltou a querer se cuidar e, ao final, o programa mostra Neilde em uma entrevista de emprego.

Com o perdão do trocadilho com o nome do programa, é realmente fantástica a experiência de ver na TV uma história que eu vivencio com os meus pacientes todos os dias. Às vezes, as coisas não vão tão bem como no caso de Neilde, pois parece que na dose mínima da medicação (ela tomou a sertralina) ela já teve uma resposta muito boa. Em alguns caso, é preciso que se aumete a dose da medicação, que se associe uma outra medicação, mas a mensagem que é transmitida é a de que é possível sim se livrar desse mal que, segundo as palavras do próprio Dr. Drauzio, será a doença que mais vai incapacitar as pessoas daqui a pouco mais de 15 anos.

E é tão simples combatê-la! Basta de sofrimento Tudo o que se precisa é saber que, se você tem uma tristeza que não passa e se está sem vontade de fazer as coisas que gostava de fazer antes, pode procurar um psiquiatra, que é o profissional mais indicado para fazer um diagnóstico correto de depressão e indicar o melhor tratamento, a melhor medicação e, quando necessário, indicar psicoterapia.

Espero que o programa “Males da Alma”, que a cada domingo abordará um transtorno psiquiátrico diferente, traga luz a muitas pessoas Brasil afora que têm um sofrimento mental, mas não sabem que é doença, e a muita gente que ainda tem um preconceito enorme de ir ao psiquiatra e, por isso mesmo, fica sofrendo desnecessariamente.

(Visited 10 times, 1 visits today)